domingo, abril 27, 2008

Filmes da Minha Vida - IX


Obra explosiva de Michael Cimino. Com Robert de Niro num dos seus grandes papéis, e Christopher Walken, inesquecivel na pele do perturbado Nick (papel que lhe valeu o Oscar). Cimino aplica um ritmo deliberadamente lento, mas adequadissimo, a esta história sobre a perda das ilusões e da destruição da inocência. Balançando entre sequências ora líricas (as caçadas nas montanhas) ora violentíssimas (o capitulo no Vietname), The Deer Hunter foi na altura da sua estreia considerado de racista, devido ao retrato que faz dos vietnamitas. Se essa acusação é verdadeira ou não, é algo de somenos importância, tal é a intensidade das cenas e o impacto emocional causado no espectador. A musica, a fotografia e a edição são tambem sublimes. Um dos filmes maiores da minha época favorita de Hollywood, os anos 70.

4 comentários:

Red Dust disse...

Um filme brutal e intenso no que se refere ao 'jogo' dos traumas e desequilíbrios psicológicos.

A cena da roleta russa será o paradigma máximo.

Abraço.

Luís disse...

Cimino sintetizou de forma brilhante toda a loucura e tragédia naquelas magnificas sequências com uma tensão sufocante.

um abraço

Cataclismo Cerebral disse...

Sempre o vi como um retrato da impossibilidade de regresso à civilização, após uma experiência tão traumática. É um belíssimo filme, um dos melhores sobre o tema da guerra, embora não se reduza apenas a isso.

Abraço

Luís disse...

"um retrato da impossibilidade de regresso à civilização, após uma experiência tão traumática". Brilhantemente sintetizado Cataclismo. E o filme é genial porque é isso e muito muito mais...

um abraço

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails