quarta-feira, julho 18, 2018

terça-feira, julho 10, 2018

Cop (1988)

Maníaco, intenso, obsessivo, perturbado. Quem mais? James Woods claro. Em Cop, esses traços de personalidade (proibidos nestes tempos pussyficados) estão em efervescente ebulição, sendo guiados pela realização firme e seca, do seu habitual comparsa do crime e do kino, James B. Harris. Na fita, Woods fuma, trai, mata, tortura, fuma, pragueja, fode, é fodido, fuma outro e fode-se. Ah, e é o bom da fita. A trama do serial killer é o menos. O mais, é o fascinante deleite com que realizador e actor se entregam a um estudo de personagem de um autentico pulha, com mais em comum com o crime que com a lei. Dito isto: James Woods a presidente da galáxia e do universo. Mais que um actor, estamos perante uma força da natureza que passou ao lado de uma enorme carreira, precisamente devido ao tipo de papéis escolhidos (ou oferecidos): os perturbados, os obsessivos, os intensos, os maníacos. Aleluia por isso!

sexta-feira, março 09, 2012

Curta-Metragem " A COVA"



Curta-metragem de Luís Alves
Elenco: Ivo Canelas, Afonso Pimentel e Augusto Portela.
Ano de Produção: 2011
Género: Thriller

Enjoy!

sexta-feira, abril 08, 2011

terça-feira, março 22, 2011

segunda-feira, fevereiro 28, 2011

Tradição

Taxi Driver, Apocalypse Now, Ragging Bull, Goodfellas, Born on the Fourth of July, Pulp Fiction, The Thin Red Line, The Insider, Gangs of New York, Munich, There Will Be Blood, Black Swan. Os oscars realmente têm uma uma longa tradição a manter...

sexta-feira, fevereiro 25, 2011

The End - Parte 5

Só apetece dizer, prefiro os velhos mestres: Scorsese, Scorsese e Scorsese.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails