terça-feira, dezembro 30, 2008

Os Grandes de 2008

Haverá Sangue
Retrato impiedoso sobre a desintegração da humanidade de um monstruoso Daniel Day Lewis, num dos filmes mais desconcertantes de sempre. A consagração absoluta do grande cineasta do sec XXI: Paul Thomas Anderson


Tropa de Elite
Realista, cru, polémico, intenso e duro, é um dos mais complexos filmes alguma vez feitos sobre o combate à criminalidade. Prémio em Berlim justíssimo e um dos grande filmes do ano!



Antes que o Diabo Saiba que Morreste
Surpresa arrepiante. Para aqueles que pensavam que a carreira de Lumet tinha acabado, este filme demonstra o contrário e de que maneira! Ainda para mais servido por actores enormes e um dos melhores guiões de que me lembro. De mestre!

Nome de Código: Cloverfield
A ousadia do conceito, assim como a sua irrepreensivel realização, desculpam o facto de este sêr no fundo um monster movie. A encenação claustrofóbica e inspirada fazem deste um filme incontornável de 2008.

The Lovebirds
É verdade, no meu apanhado de 2008 temos direito a um filme luso. The Lovebirds, é um dos mais arriscados e bem conseguidos filmes nacionais de que me lembro. A honestidade, simplicidade e coragem de Bruno De Almeida fazem deste filme um marco a ser descoberto...em Dvd.

8 comentários:

Mr. Blue disse...

Numa altura de Top's, também eu fiz o meu TOP 15 no meu estaminé, é bom saber que There Will Be Blood deixou pouca gente indiferente.

Bom 2009!

Cumprimentos cinéfilos.

The movie_man disse...

Uma boa lista. Apenas não vi The Lovebirds e Antes que o Diabo Saiba que Morreste, do mestre Sidney Lumet. No entanto são dois filmes que terei de ver. Quanto aos restantes filmes, são excelentes de facto.

Abraços.

Luís disse...

mr. Blue, There Will be Blood parece que esta em todas as listas. Fico feliz é sinal do sua enorme riqueza cinematografica.

movie man,
Lovebirds é um filme muito colado a Cassavetes(no bom sentido) e isso dá-lhe uma frescura rara no nosso cinema. Quanto ao Devil,´há poucos adjectivos que o descrevam, mas apenas te posso dizer, descobre-o o quanto antes!

Obrigado pela visita e excelente 2009

Fernando Ribeiro disse...

Confesso que fiquei surpreendido com a inclusão do The Lovebirds. Vi o filme na última edição do Fantasporto e apesar de ter gostado, achei que continha algumas falhas técnicas cruciais, nomeadamente, em termos de iluminação. No entanto, está aqui um excelente top. Aproveito também para te convidar a ti e a todos os leitores do Grandes Planos, que votem na Eleição do Melhor e Pior Filme de 2008 no Ante-Cinema.

Grande abraço.

Luís disse...

Falhas técnicas, que por acaso tambem reparei. Mas para mim as qualidades artisticas da obra, ofuscam essas falhas.

Abraço cinéfilo

Anónimo disse...

Estou de acordo em considerar Livebirds como um dos melhores filmes de 2008, as seis histórias deste filme tocam-nos com a sua humanidade. De facto este é um retrato da multiculturalidade de Lisboa.
Parabéns Bruno.

Luís disse...

Nem mais anónimo. Um filme desarmante na sua sinceridade.

abraço

tickets4three disse...

Saudações!
Não compreendemos porque Daniel Plainview é interpretado na maior parte das criticas como monstruoso, impiedoso etc, é engraçado que a nossa interpretação é completamente oposta. Ele é um homem justo, apenas sem paciência para aqueles que o tentam enganar ou passar a perna.

:D

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails