sábado, junho 21, 2008

Matiné de Sábado

Já lá vão 20 anos, mas este filme tem cojones como mais nenhum! Selvagem, anárquico, cómico, trágico, arrebatador. Salvador, deixa qualquer mariquice feita hoje, a milhas de distancia.

6 comentários:

José Quintela Soares disse...

Grande filme, de facto.

Red Dust disse...

Oliver Stone em plena forma.

Cataclismo Cerebral disse...

Tenho saudades do Oliver Stone de outrora...

Luís disse...

meus amigos: é por estes e por outros, que o senhor Stone é um dos meus favoritos cineastas.

abraços

Rui Luís Lima disse...

Um filme memorável de um grande cineasta, que não deixa ninguém indiferente e que deu a James Woods uma das suas melhores interpretações de sempre.
Abraço cinéfilo
Paula e Rui Lima

Luís disse...

"e que deu a James Woods uma das suas melhores interpretações de sempre."

não poderia estar mais de acordo...

abraço

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails